Ashley Evans e Antony Ginandjar são diretores e coreógrafos australianos, donos da The Square Division, empresa responsável pela elaboração criativa e montagem da nova turnê de Katy Perry, a “Witness: The Tour”.
A The Square Division já trabalhou com artistas renomados como Taylor Swift, Britney Spears, Kesha, Iggy Azalea e Nick Jonas. O trabalho com Katy teve início há cerca de seis meses, quando produziram o show da cantora no Glastonbury Festival, e depois, algumas performances em canais de TV na Austrália e em Los Angeles.

“Com a Katy, o bom é que ela gosta de sonhar grande, e ela gosta de proporcionar um show do qual as pessoas vão se lembrar, e ela quer ter momentos que serão icônicos para ela pelo resto de sua carreira”, declarou Ashley a respeito dos desafios encarados para realizar a turnê. “Nós queríamos criar um show ao qual as pessoas viessem, e os fãs – mais importante – viessem, se conectassem e se divertissem, e que experimentassem as músicas antigas de uma nova forma e as músicas novas de uma nova forma, mas mantendo com a cara da Katy Perry. O que nós alcançamos é um show que é bem a cara da Katy, mas uma nova Katy. E eu acho que isso é muito empolgante.”

Quando começaram a planejar a turnê, Ashley e Antony se sentaram com Katy e com seu diretor musical, Kris Pooley, para analisar a setlist e fazer com que tudo conversasse entre si e com as músicas – desde coreografia, cenário, e até os figurinos.

“Obviamente, o álbum tem um toque de tema dos anos 80, especialmente nas artes promocionais que ela tem feito, e a moda em que ela tem se inspirado tem uma retrospectiva aos anos 80”, disse Antony. “Então nós realmente queríamos levar a ‘Witness’ em uma direção que lembrasse aos anos 80, que parecesse que ela era uma viajante do tempo vinda dos anos 80.”

Ashley e Antony disseram que não houve pressão para superarem as turnês anteriores, e que o objetivo era criar algo muito bem elaborado que o público pudesse apreciar e aproveitar ao máximo.
Segundo eles, não foi difícil deixar a imaginação fluir, já que não tinha uma ideia que eles sugerissem que Katy achasse ousada demais, ou dissesse não logo de cara.

“Eu acho que nunca saiu da boca dela que algo estava indo longe demais!”, disse Ashley. “Eu acho que ela ama elevar o nível das coisas. É sobre entender o cérebro dela e entender que ela escreveu esse álbum, ela criou esse mundo com a música, e é importante que a gente esteja na mesma página.”
Antony ainda acrescentou: “E ela é uma garota muito corajosa. Nós a colocamos voando pelo palco em uma armadura, e ela fica bem lá em cima, no ar. Ela fica completamente bem.”

Nesta nova turnê, Katy passa por constantes pequenos ajustes no figurino em cima do palco, além de trocas completas e adaptações no backstage, entre os atos. Ashley reconhece que a inclinação da cantora por figurinos esquisitos faz com que seus looks chamem mais atenção que a própria música, algumas vezes.

“Moda é importante, é importante pra Katy, e está definitivamente em primeiro plano neste show”, disse Antony. “Eu acho que ela sempre tenta se superar de novo, de novo, e de novo, e tenta criar um novo visual.”

Os dois ainda citaram todo o trabalho e preocupação que existe por trás dos palcos, e que muitas vezes os fãs nem ficam sabendo: se os – mais de 20 – caminhões vão caber no local, se o teto é alto o suficiente para os cenários, se a estrutura vai suportar o peso dos elementos, se os elementos vão aguentar serem embalados e desembalados durante os 18 meses de turnê, assim como o tecido dos figurinos; além da preocupação constante de que ocorra qualquer falha técnica ou falta de energia.
No entanto, Antony admite que todo o esforço vale a pena quando os fãs de Katy reagem ao espetáculo:

“É um show do qual eu acho que estamos todos orgulhosos e o público está realmente respondendo, o que é incrível de de ver. Que experiência incrível tem sido pra Ash e pra mim trabalharmos nesse show com a Katy. E a gente apenas espera que todo mundo curta tanto quanto nós.”


Não deixem de acompanhar nossas redes sociais, Twitter, Facebook e Instagram para futuras informações.