Ashley Evans e Antony Ginandjar, diretores e coreográficos, donos da The Square Division – empresa responsável pela elaboração criativa da Witness: The Tour de Katy Perry – voltaram a falar sobre a turnê da cantora em recente entrevista. Confira a tradução na íntegra:

“Nós queríamos juntar à Katy que todos conhecem e amam com essa imagem grande, ousada e icônica. Nós adoramos a Katy e adoramos o time dela e esse show é algo que queremos que as pessoas vejam. É importante que as pessoas entendam o outro lado, a máquina maciça que envolve a criação desses shows.”

Durante anos, Ashley e Antony foram os coreógrafos e diretores para apresentações televisonadas nos shows da Pacific Rim, mas se expandiram globalmente, após se mudarem para Los Angeles, para trabalharem no The Latim Grammys, em Las Vegas, o mais recente projeto da dupla.

“É um trabalho variado, e que exige que eles sejam maleáveis ​​para os gostos e talentos dos artistas. Nós definitivamente co-criamos tudo, muitas vezes estamos divididos, então, muitas vezes, estaremos em projetos diferentes ao mesmo tempo, e dessa forma, nós os gerenciamos sozinhos. Mas a parte de criação, que é a parte mais importante, achamos, nós definitivamente fazemos juntos.”

Ambos também foram responsáveis pelo show de uma hora de Katy, no festival Glastonbury, na Inglaterra, em Junho.

“Nos estávamos criativamente no mesmo lugar, nesse momento. Nós passamos 5 meses escrevendo, ensaiando, desenvolvendo a turnê, e foi maluco e conturbado e lotado de todas essas coisas. Ela gosta de por a mão na massa em tudo que ela faz; tudo no mundo criativo dela é cuidado por ela. Vem dela. Nos conversamos sobre, e as imagens e visões vem dela.

Essas visões incluem imagens fantasmagóricas como um enorme estágio em forma de mão e um pano de fundo em forma de olho; telefones superdimensionados, dados dourados e salteadores de sal e pimenta; e explosões de néon em toda a direção. É tudo muito Katy Perry, “muito sobre moda e arquitetura e imagens grandes e corajosas”, disse Evans.

Eu queria pintar imagens realmente lindas no palco, das quais as pessoas se lembrariam, as quais as pessoas achariam divertidas, mas, também, muito legais. Essa era a nossa missão com tudo o que fizemos com ela. Criativo é subjetivo e, quando nós criamos, apenas criamos coisas que nos inspiram, e que os artistas que estão trabalhando conosco também irão gostar. Esse é o nosso principal objetivo e visão.”, completou Evans.

A Witness: The Tour passará pelo Brasil em Março de 2018, nas cidades: Porto Alegre (14/03), São Paulo (17/03) e Rio de Janeiro (18/03), com Bebe Rexha como responsável pelo ato de abertura.

A pré-venda dos ingressos já estão disponíveis para clientes Ourocard! Saiba mais aqui


Não deixem de acompanhar nossas redes sociais, Twitter, Facebook e Instagram para futuras informações.