Nessa terça-feira (14), o site Idolator escolheu “Bon Appetit”, single de Katy Perry em parceria do trio Migos, para destacar as qualidades da canção e ressaltar também que merecia um pouco mais de amor e atenção do público. Confira:

Deveria ter sido maior: “Bon Appétit” de Katy Perry

O record histórico de Katy Perry de 20 sucessos no top 40, estendendo-se desde ‘I Kissed A Girl’ em 2008, chegou a uma parada brusca em 2017, quando ‘Bon Appétit’ ficou em 59º lugar na Billboard Hot 100, ironia imperdoável pois é um dos melhores singles da popstar.

Apresentando Migos e produzido por Max Martin, ‘Bon Appétit’ é um ‘banger bouncy’, positivo que mistura elementos pop, trap e house. Também possui um dos refrões mais cativantes. Então, o que deu errado?

As letras não exatamente sutis foram ridicularizadas por alguns, mas Katy nunca se esquivou de um duplo sentido. (Exemplo 1 é ‘Peacock’). Depois, houve a falsa indignação sobre o envolvimento de Migos. A diva de ‘365’ foi criticada por trabalhar com supostos homofóbicos, mas a mesma energia não foi vista em nenhum outro lugar quando outros artistas lançaram parcerias com o trio.

No final, acho que foi a música certa na hora errada. Um ‘campy banger’ com elementos da casa dos anos 90 não tinha um lugar no top 40 da rádio em 2017, que é o beijo da morte para um lançamento pop comercial.

Este trágico conto tem um final feliz, no entanto ‘Bon Appétit’ já foi adotada como um favorita dos fãs e é amplamente reconhecida, pelo menos pelas grandes mentes do Twitter, como um clássico cult. E depois tem o vídeo (incrível). Que assumiu uma vida própria, acumulando cerca de 700 milhões de visualizações no YouTube.”



Não deixem de acompanhar nossas redes sociais, Twitter, Facebook e Instagram para futuras informações.