Conhecido como compositor hitmaker, Desmond Child tem sucessos suficientes ao longo de sua carreira de cinco décadas, durante as quais ele escreveu clássicos dos maiores nomes da música na história.

Bon Jovi, Cher, Aerosmith, KISS, Kelly Clarkson, Sia, Garth Brooks, Christina Aguilera, Ricky Martin e Katy Perry, foram os artistas que deram vozes as suas músicas, que venderam mais de 500 milhões de discos em todo o mundo e acumularam bilhões de streams.

Na última sexta-feira (25), a revista People divulgou uma entrevista de Desmond Child, na qual o compositor relatou a experiência de trabalhar com alguns artistas em estúdio.

Dentre eles, o compositor compartilhou os bastidores e a experiencia de escrever com Katy Perry, “Waking Up In Vegas”, quarto single do álbum “One of the Boys”.

“A Katy Perry é uma das artistas mais extraordinárias hoje em dia. Quando eu a conheci, ela havia feito parte de uma banda criada por uma equipe de produção chamada The Matrix, responsável pelo primeiro álbum da Avril Lavigne. Após deixar o The Matrix, foi contratada pela Columbia Records e Katy apareceu em uma sessão de composição comigo e com o hitmaker suíço Andreas Carlsson.

Naquela época, Alanis Morissette era uma grande inspiração para Katy. Isso nos levou a compor uma balada rock obscura e depressiva chamada “My Last Cry” (meu último choro, em português).

Contudo, Katy era tudo menos obscura e depressiva. Ela era alegre e alto-astral. No sentido mais amoroso e por eu mesmo ser gay, eu a vi como a irrevogável amiga dos gays. “Por que estamos escrevendo todas essas coisas raivosas?”, eu perguntei à ela. “Você não está com raiva. Você é divertida. Deveria cantar sobre o jeito que você é. Vamos escrever uma canção sobre você e o seu melhor amigo gay causando em Vegas e perdendo todo o seu dinheiro”. E ‘Waking Up in Vegas’ nasceu e foi direto para o número 1. Eu não virei hétero, mas essa é uma outra história…”



Não deixem de acompanhar nossas redes sociais, Twitter, Facebook e Instagram para futuras informações.